Jornalista cearense, mãe da Luanna e esposa do Lucas. Um pouquinho do meu mundo de mãe aqui...

quinta-feira, 23 de março de 2017

Mais Infância Ceará: Seminário Internacional mobiliza gestores municipais para fortalecer a infância

A primeira-dama do Estado e idealizadora do Mais Infância Ceará, Onélia Leite de Santana, é a articuladora do encontro dos dias 30 e 31 de março, em Fortaleza


Com o intuito de construir com os gestores municipais políticas para fortalecer a infância e garantir os direitos das crianças, o Governo do Ceará, através do Programa Mais Infância Ceará, promoverá o “Seminário Internacional Mais Infância Ceará: Criança é Prioridade” nos dias 30 e 31 de março, a partir de 8 horas, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. O público-alvo são prefeitos, primeiras-damas e secretários de Educação, Saúde e Assistência Social do Estado e dos municípios, além de profissionais e entidades que realizam trabalhos em prol da infância.

A primeira-dama do Estado e idealizadora do Mais Infância Ceará, Onélia Leite de Santana, acredita que a infância é um período primordial para o desenvolvimento humano. "As crianças devem ser estimuladas em diversos aspectos. Os primeiros anos de uma criança apresentam uma janela única de oportunidades. Tivemos uma renovação de mais de 70% dos gestores municipais no Ceará, queremos a parceria deles para construir políticas e ações que favoreçam o desenvolvimento integral da criança”, ressaltou.

O seminário é realizado pelo Governo do Ceará através do Gabinete do Governador e da Secretaria da Educação, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Infantil (Padin) e também pelo Banco Mundial. Nos dois dias de evento serão expostas iniciativas de sucesso da infância realizadas no Chile e no Peru, além de contar com a presença de nomes de referência na área como palestrantes das Universidades de Harvard, de Rice, ambas nos EUA, de São Paulo (USP), de Brasília (UNB), da Federal do Ceará (UFC), e de instituições ligadas à infância.

O evento conta ainda com a parceria das prefeituras municipais, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal (FMCSV), da Universidade Federal do Ceará (UFC), da Universidade Estadual do Ceará (Uece), do Instituto da Infância (Ifan), Prefeitura de Fortaleza, da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) e da Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Ceará (APDMCE).
  
Palestrantes internacionais

A palestra magna do seminário será ministrada pela doutora em Medicina, doutora em Saúde Pública e pediatra Mary Young. Atualmente, ela é diretora do Centro de Desenvolvimento Infantil da Fundação de Pesquisa de Desenvolvimento da China e conselheira sênior do Centro de Desenvolvimento da Criança da Universidade de Harvard.

Outra referência é o professor de Economia da Universidade Rice, em Houston, nos Estados Unidos, Flávio Cunha, que fará exposição dialogada sobre a importância do monitoramento e avaliação dos programas e políticas públicas. Ao lado do Nobel James Heckman e de Susanne Schennach, o economista brasileiro é um dos ganhadores da Medalha Frisch de 2014, distinção concedida a cada dois anos pela Sociedade Econométrica - um dos três prêmios mais importantes em economia do mundo.

Já a PhD em Demografia (Princeton University) e professora associada da Harvard T.H. School of Public Health, Márcia Castro, participará de exposição dialogada sobre o desenvolvimento da primeira infância na diversidade e em contextos de vulnerabilidade. As áreas de pesquisa de Márcia Castro incluem os temas como doenças infecciosas; fatores de risco de doenças transmitidas por mosquito (malária, dengue e zika); mortalidade infantil; e desenvolvimento na primeira infância, entre outros.

 Experiências da América Latina

A coordenadora nacional do Programa Chile Crece Contigo, a assistente social Jeanet Leguas; a economista e diretora executiva do Programa Cuna Más, do Ministério do Desenvolvimento e Inclusão Social do Peru, Beatriz Salazar, e a economista sênior do Banco Mundial, Rita Almeida, participarão de mesa-redonda com as experiências internacionais de políticas públicas de desenvolvimento infantil na América Latina e a interface com o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Infantil (Padin). Jeanet realiza assessoria técnica em trabalho intersetorial em países como Colômbia, Equador, El Salvador, Honduras, Palestina e África do Sul. Já Beatriz é cofundadora do programa Enseña Peru e trabalhou no Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Além das presenças internacionais, o seminário terá referências nacionais e locais como: as primeiras-damas do Estado e de Fortaleza, Onélia Leite Santana e Carol Bezerra, respectivamente; Lino de Macedo (USP); Vital Dinonet (UNB); Lucivan Miranda (Nutep-UFC); Álvaro Madeiro Leite (UFC/Iprede); Luzia Laffite (Ifan), Dr. Hugo Mendonça (MPE); os secretários de Estado Idilvan Alencar (Seduc), Henrique Javi (Sesa), Josbertini Clementino (STDS) e Fabiano Piuba (Secult); e a assessora do Programa Mais Infância Ceará, Dagmar Soares.

Serviço

Seminário Internacional Mais Infância Ceará: Criança é Prioridade
Data: 30 e 31 de março
Horário: de 8h às 18h
Local: Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza


- Inscrições e programação: http://www.ceara.gov.br/seminario-internacional


* Informações da Assessoria do Gabinete da Primeira-dama do Estado.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

SOU DOADORA E ADORO VERDE!

Você sabia que hoje (27.09) é o Dia Nacional da Doação de Órgãos? Para marcar a data, algumas fachadas de prédios de Fortaleza estão recebendo iluminação verde! O Palácio da Abolição, na avenida Barão de Studart e o Hospital Geral de Fortaleza (HGF) são alguns exemplos. 

Você é doador? 
Para ser um doador não precisa deixar mais nada por escrito. Basta avisar a sua família sobre a vontade de doar e ajudar a salvar vidas.

  
Recorde de Transplantes

O Brasil tem hoje o maior sistema público de transplantes do mundo, no qual cerca de 95% dos procedimentos e cirurgias são feitos com recursos públicos. O Ceará, anualmente, fica entre os Estados que mais realizam transplantes de órgãos no país, com recordes sucessivos. E um dos principais fatores que contribuem para o crescimento no número de transplantes é a solidariedade característica dos cearenses.  A proporção das famílias que não autorizam a doação de órgãos e tecidos de parentes com diagnóstico de morte encefálica no Brasil aumentou de 22% em 2008 para 44% em 2015, segundo a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO). No Ceará, o crescimento das recusas familiares foi menor, passando de 23,2% para 38% no período. O expressivo aumento das notificações de potenciais doadores, que aumentaram 127% entre 2008 e 2015, mais que compensaram as recusas familiares às doações e permitiu ao Ceará estabelecer recordes sucessivos de transplantes realizados. O último em 2015, quando foram realizados 1.433 transplantes de órgãos e tecidos. Este ano, foram realizados até segunda-feira, 26 de setembro, 1.197 transplantes de órgãos e tecidos no Estado. Foram 185 transplantes de rim, 23 de coração, 141 de fígado, 3 de pulmão, 56 de medula óssea (39 autólogos e 17 alogênicos), 782 de córnea e 7 de esclera.















Com informações da Assessoria de Comunicação da Secretaria da Saúde do Ceará.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

IBFAN - Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar - lança Semana Mundial de Amamentação 2016

Semana Mundial de Amamentação 2016

Que a amamentação é a base para uma boa saúde das crianças, tanto a curto prazo e longo prazo, e também trás benefícios para a saúde das mulheres que amamentam, todas nós já sabemos. Mas preste atenção nesses dados apresentados na revista científica Lancet da Grã-Bretanha: o aleitamento materno poderia salvar a vida de 823.000 crianças e adicionar US$302 bilhões na economia mundial todos os anos !!!  
Nossa! É muito dinheiro e muitas vidas salvas, hein? No entanto, as taxas de aleitamento materno no mundo permaneceram estagnadas nas últimas duas décadas. Além disso, menos de 40% das crianças abaixo de seis meses de idade são amamentadas exclusivamente no peito. Na verdade, as mulheres enfrentam muitas barreiras para amamentar. A falta de apoio a amamentação no círculo familiar, a promoção agressiva de alimentos para lactentes e criança de primeira infância ou mesmo pelo fato das mulheres serem forçadas a voltar ao trabalhar logo após o nascimento da criança, são as principais barreiras que tornam extremamente difícil para as mães a amamentação exclusiva por seis meses (sem líquidos e alimentos adicionais) e a continuação da amamentação por dois anos ou mais, como recomendado pela Organização Mundial de Saúde . 
O IBFAN - Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar,  sabe o que precisa ser feito para apoiar e tornar possível para que as mulheres amamentem na forma ideal, porém temos que ser mais ativos e envolver mais pessoas para tornar isso uma realidade. Você já ouviu falar em ODS? São os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Associando a amamentação aos ODS, todos nós podemos ajudar.
No folder da SMAM 2016, a IBFAN, explica como a amamentação está associada a cada um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Leia e espero que, assim como eu, você entenda e se envolva com a campanha.

Clique aqui para baixar o folder completo da Semana Mundial da Amamentação 

A Semana Mundial da Amamentação acontece de 1 à 7 de Agosto de 2016.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

CRECHE ESCOLA REALIZA COLÔNIA DE FÉRIAS INSPIRADA NAS OLIMPÍADAS DO RIO DE JANEIRO


"TOCA OLÍMPICA!" Esse é o tema de mais uma colônia de Férias da Escolinha Toca da Criança. 
Com a chegada das férias escolares muitos pais começam a se perguntar: o que fazer nesse período com a criançada? Com quem deixar os filhos? É que muitos pais continuam trabalhando pois não conseguem alinhar as suas férias com as férias dos pequenos. Dessa necessidade comum entre as famílias, a maioria busca as colônias de férias. 



Nesse mês de julho a Toca preparou uma programação especial entre os dias 04 e 15 de julho nos dois turnos, manhã e tarde.  A Toca vai vestir as cores das olimpíadas com diversas brincadeiras, atividades esportivas e muita diversão.  As brincadeiras e as atividades serão voltadas para os esportes olímpicos. Já imaginou a diversão? Na programação, brinquedos infláveis, jogos esportivos, aventura na trilha do Cocó, jogos aquáticos e muito mais!

Serviço:
“Colônia de Férias Mais”
Toca Olímpica!
Data: 04 a 15 de julho
Horários: manhã e tarde
Local: Escolinha Toca da Criança – R. Jornalista Nertan Macedo, 35  - Cocó.


"VAMOS FLORIR?" CONFEITEIRA AMELIA LINO DARÁ CURSO EM FORTALEZA


Olha só essa novidade mamães empreendedoras! A renomada confeiteira Amelia Lino estará em Fortaleza entre os dias 8 e 16 de agosto deste ano. O foco do curso é o trabalho com os "flowercakes", nova febre mundial. 
As aulas práticas terão desde a preparação da massa do bolo, principais recheios, montagem, manuseio da cobertura, técnicas de nivelamento e estruturação.  Mas o importante é destacar que os participantes vão aprender o famoso Chantininho com textura ultra leve e todos os truques para um trabalho limpo e refinado. Ah! Uma segunda receita de Chantininho, exclusiva dos cursos de Amélia, será dada aos alunos para nivelamento/alisamento de bolos. Serão repassados também os principais trabalhos com bicos. 


O Curso:
Alunos do curso presencial são inseridos nas salas de estudo no whatsapp, onde repassamos as informações úteis e trocamos experiências em conjunto com alunos online.
Todos recebem vídeos caseiros dos processos estudados para treinos posteriores.  
É inclusa apostila com receitas, segredos e dicas úteis.Alunos de Fortaleza receberão bônus de dicas de doces para festa com Emília Trindade @doceselacos.


Para o presencial, temos vagas entre os dias 08 e 16 de agosto, no espaço da Conceituada Cozinha La Mandolina em Fortaleza, carga de oito horas de curso prático, turmas de apenas 16 alunos. O material usado no curso é incluso.

Informações: (31)9246.2400 

terça-feira, 28 de junho de 2016

DIA DOS AVÓS É COMEMORADO COM MUITO ARRASTA PÉ




Olha gente! Se eu fosse avó eu tinha me derretido toda!!!! A festa em homenagem aos vovôs e vovós foi linda lá na Escolinha Toca da Criança. Antes de verem os netinhos os convidados assistiram a um vídeo emocionante com alguns depoimentos de pais e avós que falavam da alegria de ter uma criança em casa fazendo bagunça, mexendo em tudo! 
Alguns choraram que eu vi! Rsrsrs 

Logo depois desse momento, os avós seguiram para as salas de aulas dos netinhos e os levaram para o parque onde estava montada uma linda mesa com comidas típicas, brincadeiras como jogo de  argolas, na pescaria e rabo de burro... e claro, muito forró pé de serra! 

data oficial do dia dos avós é 26 de julho mas foi antecipada para o dia 20 de junho. "Decidimos antecipar as comemorações por dois motivos: primeiro que a maioria das crianças está de férias em julho e ainda pensamos em proporcionar um arrasta pé pois estamos no período de festas juninas e muitos avós adoram!” explica a coordenadora Raquel Joca. 
Para finalizar houve até uma quadrilha improvisada!  "Esse foi o melhor arraiá de todos os tempos!" declarou a bisavó de uma aluna que tocou sanfona durante as comemorações. 

CUIDADO COM O BARULHO!!!!

Crianças participam de atividades para diminuir ruído em escola
Você sabia que o ruído é a terceira causa de poluição no mundo, ficando atrás somente da poluição do ar e da água??? O barulho é uma das principais causas de problemas auditivos e segundo a Organização Mundial de Saúde, há cerca de 280 mil pessoas no mundo com problemas auditivos e cerca de um quarto deles tem início na infância.

 Para evitar que os pequenos fiquem expostos a sons muito altos,a Escolinha Toca da Criança desenvolve o projeto chamado “Menos Ruído Mais Saúde Auditiva”. Os corredores do colégio estão sinalizados com placas de trânsito educativas associadas à sinalização de trânsito para que os alunos cooperem para a diminuição do ruído na escola.

Como funciona? Para cada faixa etária uma atividade diferente. No infantil I e II as crianças são conduzidas ao comando da fono da escola que está caracterizada, com vestimenta de guarda. Ao passar pelos diversos ambientes como corredores, parquinho e refeitório, é dada a explicação do significado da sinalização de cada placa. Vermelha: silencio. Amarela: falar baixinho. Verde: falar a vontade.

 Já para os alunos do Infantil III e IV é realizada uma gravação com diferentes sons de forte e fraca intensidades e eles devem identificar na cartela o som correspondente, tais como: vozes, choro, gritos, avião, carro, britadeira, ruído de ventilador, objetos sendo arrastados como cadeiras e mesas, etc.

Os mais crescidinhos do Infantil V e Primeiro Ano do Ensino Fundamental também fazem uma gravação e aprendem a mensurar cada ruído em unidade de medida, por decibéis.

“Nós queremos estimular as crianças a diminuir o ruído na escola, fazer com que elas reconheçam e identifiquem sons ambientais e ainda percebam a diferença dos sons fortes e fracos.” Afirma a fonoaudióloga Isabel Almeida Freire.

Algumas dicas para evitar ruído no dia a dia:

- Prefira andar com as janelas do carro fechadas em ruas e avenidas movimentadas; o vidro serve como barreira para a entrada do som muito alto
- Nunca ultrapasse a metade do indicador de volume na televisão da sua casa; como a regulagem varia de um aparelho para outro, fica difícil estabelecer um volume padrão recomendável. Mas sempre regule o mais para baixo possível
- O mesmo vale para aparelhos de som. Evite ouvir música muito alta dentro de casa ou do carro e, se seu filho já for grandinho, aconselhe-o a evitar o volume alto em players individuais, como o iPod. Esses aparelhinhos chegam a mais de 110 dB, quando o limite de tolerância de ruído que não cause danos a audição é de 85dB.